Aferição da capacidade das partes no pro cesso de homologação de sentença arb itral estrangeira pelo Superior Tribunal de Justiça: notas interpretativas do art. V 1 (a) da Convenção de Nova Yor k

Autores

  • Rafael Peteffi da Silva
  • Leandro Monteiro Liberal

Resumo

O estudo objetiva analisar se a ratificação da Convenção de Nova York pelo Brasil alterou as regras de conexão aplicáveis à aferição da capacidade das partes no processo de homologação de sentença arbitral estrangeira pelo Superior Tribunal de Justiça. Em um primeiro momento, abordam-se algumas questões práticas atinentes a eventual enfrentamento da matéria pelo Superior Tribunal de Justiça. Após, sustenta-se que o cotejamento da Convenção com a Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro e com a Lei de Arbitragem não alterou a adoção da regra de conexão do ius domicilii.

Biografia do Autor

Leandro Monteiro Liberal

 

 

 

Publicado

2020-04-29

Edição

Seção

Doutrina Nacional