A banca em Roma: origens do direito bancário atual

Antón Lois Fernández Álvarez, Edson Alvisi Neves

Resumo


O período comercial da Roma antiga, que
abrangeu a segunda metade da República e todo o
Principado, viveu uma expansão territorial e econômica,
com base no desempenho do comércio internacional,
com poucos antecedentes na história
humana até esse momento. Em parte causa e em
parte consequência desse desenvolvimento, a atividade
bancária foi imprescindível para expandir a rede
empresarial e comercial romana. A regulação jurídica
desta atividade, na que destacou a atuação do pretor
e a dos iuris prudentes, foi, também, um elemento
substancial para a consolidação e o cumprimento da
função social da banca. Este artigo visa a desenhar
como era o ofício de banqueiro em Roma, como foi
o funcionamento deste negócio, quem eram os operadores
financeiros que o desenvolveram, e qual foi a
sua ordem normativa mais importante.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Direito Civil Contemporâneo - RDCC (Journal of Contemporary Private Law)

Revista de Direito Civil Contemporâneo - RDCC (Journal of Contemporary Private Law)